Assistentes sociais da Prefeitura de Lucas do Rio Verde celebram equiparação de salários

Projetos de lei aprovados na Câmara dos Vereadores do município trataram da alteração na remuneração dos profissionais

Os vereadores de Lucas do Rio Verde aprovaram na última segunda-feira (23), dois projetos de valorização dos assistentes sociais da Prefeitura do município. O Projeto de Lei Complementar n. 08/19 e o de Lei n. 78/19 tratam de alteração na remuneração inicial do cargo de assistente social, 30 horas.

A proposta, que é de autoria do Poder Executivo, visa equiparar os salários dos assistentes sociais em relação aos dos outros profissionais, com nível superior completo. Com a aprovação dos dois projetos, a remuneração inicial da categoria aumentará de R$ 5.163,63 para R$ 5.612,39.

A diferença no salário surgiu em 2014, quando os assistentes sociais conseguiram reduzir a carga horário de trabalho, de 40 horas para 30 horas semanais, seguindo a Lei Federal nº 12.317/2010. No entanto, com a redução na jornada de trabalho, a remuneração da categoria não acompanhou os vencimentos dos outros servidores municipais, com nível superior.

“Desde 2014 vínhamos dialogando com as gestões para equiparar o nosso salário aos demais profissionais. E após um trabalho que contou com o apoio do Cress/MT, que nos deu um direcionamento, e o sindicato dos servidores do município conseguimos essa importante vitória, que impactará 17 profissionais”, pontua o assistente social da Prefeitura da Lucas do Rio Verde, Williton Martnelli.

A conquista também foi destacada pela presidente do Cress/MT, Andreia Amorim. “É importante salientar o quanto é positivo o fato da gestão de Lucas do Rio Verde cumprir com a exigência da jornada de 30 horas. E apesar do Conselho defender, fiscalizar, orientar e se posicionar sobre o exercício profissional, nesse caso específico não atuamos. Já que cabe as entidades sindicais a prerrogativa de negociação de conflitos. Mas  dentro do que foi possível demos apoio e disponibilizamos a assessoria jurídica. E é muito bom e importante para categoria ver que eles conseguiram essa equiparação”, afirma.

Assessoria de Imprensa Cress/MT – ÍconePress com Ascom da Câmara de Lucas do Rio Verde


publicado 26/09/2019 14:45 notícia