Carta aberta: “Dia 29 de setembro é dia de irmos às ruas”

O Conselho Regional de Serviço Social (CRESS/MT) 20ª Região – Gestão 2017-2020, “Resistir na luta, Serviço Social Presente e Forte” torna público sua manifestação de solidariedade à organização política das mulheres e a todas as iniciativas e manifestações em defesa da Liberdade, dos direitos sociais e humanos conquistados historicamente pela classe trabalhadora.

Considerando os diferentes projetos até então lançados no processo eleitoral de 2018, evidenciamos que nossos direitos enquanto classe trabalhadora se veem ameaçados, razão pela qual nós assistentes sociais não podemos nos furtar da responsabilidade e compromisso ético, nem tampouco aceitar que propostas antidemocráticas que contrariam o Projeto Ético-Político da profissão sejam tomados estrategicamente como solução para os desafios que enfrentamos no  país, conforme tem sido reiterado cotidianamente nas campanhas e canais midiáticos.

Esse cenário nos impõe a tarefa de reafirmar que a nossa escolha é a resistência na intransigente dos direitos humanos e da Democracia. Nessa direção, o CRESSMT buscar somar vozes ao coro e ações de resistência manifestando-se contrariamente a todas as formas de exploração, opressão, repressão, as intimidações aos movimentos sociais e expressões da violência, do racismo, do machismo, misoginia e LGBTfobia. E na defesa dos direitos das mulheres, da população negra, indígenas, quilombolas, da população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), dos direitos de crianças e adolescentes, da juventude, de idosos/as, de pessoas com deficiência e de outros sujeitos historicamente discriminados/as, marginalizados/as e criminalizados/as.

Nesse coro, coadunamos e reafirmamos a manifestação do Conselho Federal de Serviço Social: Movimento de Mulheres e Eleições 2018, tudo é assunto para assistente social! Visto queO Brasil está num momento estratégico para o futuro das ações que ocorrerão em vários âmbitos: na saúde, na educação, na previdência social, na assistência social, no pluralismo e na diversidade, nos direitos da classe trabalhadora. Você, assistente social, já deve ter visto que, nas eleições deste ano, há distintos projetos para o futuro do país, que contrariam o modelo de Seguridade Social amplamente defendido pela categoria. É importante identificar quais projetos são antidemocráticos, autoritários, conservadores e destruidores de direitos da classe trabalhadora, pois estes divergem das nossas bandeiras de lutas e do trabalho profissional do Serviço Social brasileiro”.

“Nessa direção, o CRESS MT em sintonia com os princípios éticos e as bandeiras de luta do Conjunto CFESS-CRESS, sinaliza a necessidade de reflexão crítica sobre os projetos em disputas e de mobilização da categoria profissional. Convocamos a todos e todas para estarmos juntos/as no dia 29 de setembro, dia de irmos às ruas pelos direitos dos quais defendemos, pelos rumos do país, especialmente pela vida das mulheres”, afirma a presidente do CRESS Andréia Amorim.

CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL 20ª REGIÃO MT


publicado 29/09/2018 17:15 notícia