Carta Aberta Do Conselho Regional De Serviço Social De Mato Grosso Pela Democracia, Direitos Humanos E Sociais!

Considerando os diferentes projetos até então lançados no processo eleitoral de 2018, o Conselho Regional de Serviço Social 20ª Região (CRESS-MT) torna pública sua defesa pela liberdade, direitos sociais e humanos conquistados historicamente pela classe trabalhadora. Evidenciamos que nossos direitos, enquanto classe trabalhadora, estão ameaçados, razão pela qual nós Assistentes Sociais não podemos nos furtar da responsabilidade e compromisso ético. Muito menos aceitar que propostas antidemocráticas, que contrariam o Projeto Ético-Político da profissão sejam tomadas estrategicamente como solução para os desafios que enfrentamos no país, conforme tem sido reiterado cotidianamente nas campanhas e canais midiáticos.

Esse cenário nos impõe a tarefa de reafirmar que a nossa escolha é a resistência intransigente dos direitos humanos e da democracia. Nessa direção, o CRESS-MT busca somar vozes ao coro e ações de resistência manifestando-se contrário a todas as formas de exploração, opressão, repressão, as intimidações aos movimentos sociais e expressões da violência, do racismo, do machismo, misoginia e LGBTfobia.

Reafirmamos e nos unimos a manifestação do Conselho Federal de Serviço Social: Movimento de Mulheres e Eleições 2018, tudo é assunto para assistente social! Visto que o Brasil está num momento estratégico para o futuro das ações que ocorrerão em vários âmbitos: na saúde, na educação, na previdência social, na assistência social, no pluralismo e na diversidade, nos direitos da classe trabalhadora.

Você, assistente social, já deve ter visto que, nas eleições deste ano, há distintos projetos para o futuro do país, que contrariam o modelo de Seguridade Social amplamente defendido pela categoria. É importante identificar quais projetos são antidemocráticos, autoritários, conservadores e destruidores de direitos da classe trabalhadora, pois estes divergem das nossas bandeiras de lutas e do trabalho profissional do Serviço Social brasileiro.

Nesta direção, o CRESS-MT em sintonia com os princípios éticos e as bandeiras de luta do Conjunto CFESS-CRESS, sinaliza a necessidade de reflexão crítica sobre os projetos em disputas e de mobilização da categoria profissional.

A defesa da atual democracia é neste momento urgente! Lutar pela democracia é, diante à ameaça de regressão severa de direitos, obrigação ético-política número um de cada assistente social do país.

Vamos Juntas/os!

Conselho Regional de Serviço Social (CRESS/MT) 20ª Região – Gestão 2017-2020, “Resistir na luta, Serviço Social Presente e Forte”


publicado 19/10/2018 15:59 notícia