Eleita nova diretoria do CRESS/MT

A previsão de posse da diretoria eleita é maio de 2017 assim que a eleição for homologada

A chapa única “Resistir na luta, Serviço Social presente e forte” foi eleita obtendo o dobro de quórum mínimo de assistentes sociais em situação regular para votar definido no artigo 22 do Código Eleitoral (Resolução CFESS nº 569/2013), para renovação da diretoria do Conselho Regional de Serviço Social de n Mato Grosso (CRESS/MT).

A presidente do CRESS/MT, Vera Honório, afirma que o processo eleitoral transcorreu tranquilamente com participação satisfatória da categoria  de todos os municípios do Estado, e  ressalta que esse momento foi de fundamental importância, porque é  a expressão máxima  do exercício democrático e,  principalmente, porque define os rumos da profissão e das entidades representativas.

Ela lembra que a defesa e o fortalecimento da profissão acontecem tanto no exercício profissional como na organização política da categoria e que a participação nesse processo é muito significativo.

“Assim, agradeço a todas e todos os assistentes sociais pelas distintas participações, seja com votos; que engajados na comissão eleitoral, nos trabalhos de recepção e apuração de votos e conclamo que continuem acompanhando e participando”, afirma.

O ato final do processo eleitoral será a posse em maio próximo. Contudo, Vera Honório lembra que é necessário aguardar os trâmites finais previstos no calendário eleitoral para homologar a chapa eleita e finalizar com a sua posse.

Isso ocorrerá em maio, ocasião em que se comemora o dia do assistente social em todo o Brasil. E para este ato solene haverá já está confirmada palestra com a Dra. Elaine Behring (UERJ).

A presidente lembra que a gestão “Avançar na Luta” – gestaõ 2014-2017 – deflagrou muitas frentes de trabalho no âmbito político, técnico e administrativo e que as colegas que assumirão o CRESS para o próximo triênio terão desafios e batalhas  a enfrentarem em defesa da profissão e  contra a destruição de direitos da classe trabalhadora.

“Desejo boas-vindas a nova diretoria que assumirá novas experiências profissionais agora à frente do Conselho como gestão, uma experiência ímpar de muito aprendizado e desafios”, conclui.

A presidente eleita Andréia Amorim frisa que os trabalhos da chapa não se findaram na campanha. “Daremos continuidade a este importante processo. Vamos continuar ouvindo, dialogando para que possamos construir um planejamento articulado com os anseios da categoria e sintonizado com as nossas bandeiras de luta”, observa.

Andréia Amorim conta que a construção da chapa levou em conta a trajetória profissional e a representatividade dos diferentes espaços sócio ocupacionais da capital e do interior. “Além disso, estão presentes as Unidades de Formação Acadêmica, as UFAS, e profissionais da base que atuam na militância política, as quais estão nos espaços de defesa de políticas públicas”.

A chapa eleita do CRESS para o mandato de 2017-2020 aponta os principais desafios da nova diretoria. Dentre eles Andréia Amorim sita contribuir com a valorização profissional, zelar para o cumprimento do direito à Lei das 30 horas de assistentes sociais e condições dignas de trabalho.

“Também estão na lista de prioridades o desenvolvimento de ações políticas e administrativas no combate a inadimplência, pois disto dependerá, inclusive, a entrega da sede do Conselho com estrutura e mobília, a realização de concurso público no Conselho Regional e a manutenção do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração do CRESS, sobretudo condizente com o que a nossa categoria defende aos demais trabalhadores”, pontua a presidente eleita.

Outro grande desafio apontado por Andréia Amorim é dar mais visibilidade aos trabalhos do Conselho. “Ainda faremos enfrentamentos necessários na luta contra os retrocessos do governo golpista para que não se efetive a perda dos direitos”, completa.

A presidente eleita agradece os profissionais assistentes sociais de todo Estado, dos 141 municípios, presentes nas diferentes regiões, que depositaram voto de confiança na chapa, dentre esses eleitores, apoiadores e militantes.

“Esperamos que possamos tomar posse tão logo o processo eleitoral seja finalizado, no mês de maio. Sem dúvida os desafios são muitos, mas vamos conduzir a gestão, com muita dedicação, transparência e ética. É coerente que este exemplo de respeito com trabalhadores venha de dentro do conselho, e este é o desejo na nossa gestão”, conclui Andréia Amorim.

NOVA DIRETORIA

Presidente: Andréia Maria da Cruz Oliveira Amorim

Vice-presidente: Leicy Lucas de Miranda Vitória

1ª Secretária: Tatiana Lima da Costa REfosco

2ª Secretária: Suzi Mayara da Costa Freire

1ª Tesoureira: Renata de Paula Teixeira

2ª Tesoureira: Alail Jacinta Barbosa

Conselho Fiscal: Annelyse Cristine Cândido Sants, Darci Silva Carvalho Bezerra, Nildiane Lopes Coelho da Cruz

Suplentes: Maria Luiz Soares da Silva, Lilian Borges Passarelli (suplente Flávia Tereza do Nascimento), Silbene Santana de Oliveira (suplente Elisângela da Silva Almeida), Taynara Moraes Humbelino (suplente Uiara L. da Silva O. Moraes), Alessandra Silva Santos (suplente Lucélia Pacheco Primo).

 

 


publicado 21/03/2017 13:41 notícia