Revista Inscrita agora está disponível online gratuitamente

A Revista Inscrita nasceu em 1997 com o propósito de contribuir para o debate crítico dos temas relacionados ao Serviço Social e incluir cada vez mais o/a assistente social na história de luta por transformações na sociedade brasileira. Previamente criada para ter periodicidade semestral, a produção da revista se encerra agora, passando a estar disponível online, de forma gratuita, no site do CFESS.

As 14 edições produzidas trazem artigos que expõem o posicionamento ético-político do Conjunto CFESS-Cress e, ao mesmo tempo, caracterizam-se como um valioso registro histórico das discussões da categoria. É importante relembrar que a revista foi uma publicação de cunho político, sem qualquer pretensão de se tornar científica.

“A Inscrita foi um projeto inovador na história da comunicação do Conjunto CFESS-Cress e cumpriu sua tarefa de fortalecer os instrumentos e veículos do Serviço Social no estímulo ao debate sobre temas pertinentes à profissão. Uma iniciativa fundamental da gestão 1996-99 e de todas as seguintes do CFESS, que deram continuidade a essa bela e importante produção. Hoje, novas estratégias de comunicação foram inseridas no Conjunto CFESS-CRESS, como o site do CFESS, as redes sociais, o informativo Serviço Social é Notícia, dentre outros”, explica o presidente do CFESS, Maurílio Matos.

À época do lançamento da publicação, a coordenadora da então Comissão de Divulgação e Imprensa do CFESS era a assistente social Mione Sales, que explica o contexto do surgimento da revista. “A Inscrita chega em um período de mudanças no Conjunto CFESS-CRESS, de renovação, de fortalecimento, de muita criatividade coletiva. Foi quando lançamos a Agenda Assistente Social, a divulgação em outdoors, em um grande investimento na comunicação. Do ponto de vista mais amplo, ela surgiu como uma iniciativa de fomentar necessidades radicais na categoria, passando pela leitura de temáticas referentes ao exercício profissional, mas também pela arte, pela cultura, de forma a nutrir nossos posicionamentos, nossas críticas” afirma a ex-conselheira do CFESS.

Ela elogia ainda a iniciativa de disponibilização das edições virtualmente é positiva, em termos de história, pesquisa e reflexão profissional.  As edições da publicação, que sempre foram vendidas para cobrir o custo de produção, agora estão disponíveis gratuitamente, com exceção das de número 13 e 14 (ainda em preparação para o formato do site).

*Fonte: CFESS


publicado 19/04/2017 7:29 notícia